Fale Conosco
Dicas para não cair no golpe da carta de crédito contemplada

Dicas para não cair no golpe da carta de crédito contemplada

Postado em: 12/03/2024  

Descubra como evitar ser manipulado(a) por golpistas e não ser vítima da falsa carta de crédito contemplada.

Fique alerta para o golpe da carta de crédito contemplada. Todos os dias surgem novos golpes e os criminosos estão sempre à espreita para tentar destruir os sonhos das pessoas e causar prejuízos financeiros.

No mundo dos consórcios, existe uma fraude na qual os golpistas vendem uma suposta carta de crédito contemplada. Quem é vítima desse esquema, só descobre tarde demais que caiu em uma armadilha.

Pensando na sua segurança, produzimos este artigo com informações valiosas sobre o assunto. Acompanhe a leitura para saber como evitar cair nesse tipo de golpe e o que fazer caso se torne uma vítima.

O que é uma carta de crédito contemplada?

A carta de crédito contemplada é um instrumento financeiro emitido por uma administradora de consórcio. Ela representa o valor contratado pelo(a) consorciado(a) e permite a aquisição de bens e serviços de diferentes segmentos.

Para obter a carta de crédito contemplada, o cliente precisa conquistar a sua contemplação na assembleia do consórcio, seja por meio de sorteio ou por oferta de lance.

O que fazer para não cair no golpe da falsa carta de crédito contemplada?

golpe da carta de crédito contemplada: uma mulher olhando para o computador.

Os estelionatários utilizam diversas táticas que exploram o anseio das pessoas em adquirir aquele bem tão sonhado. Com isso, fazem promessas inexistentes e aplicam técnicas de convencimento, se aproveitando da situação. 

Em razão disso, separamos abaixo alguns pontos que você deve ter bastante atenção antes de contratar um consórcio.

Pesquise sobre a empresa

Jamais faça negócios com uma empresa antes de realizar uma pesquisa minuciosa sobre ela, especialmente quando existem transações financeiras envolvidas. Pesquise informações na internet em fontes confiáveis, como no Reclame Aqui, onde você consegue verificar as reclamações e opiniões de outros clientes.

Outra dica interessante é procurar as redes sociais da empresa. Essa é uma ótima maneira de checar se ela tem presença e autoridade no meio digital, o que pode demonstrar um comprometimento com a transparência e reputação da marca.

Por último, mas não menos importante, verifique se a administradora do consórcio é fiscalizada e autorizada pelo Banco Central do Brasil. 

Essa é mais uma camada de segurança que ajuda a garantir que a empresa é confiável e que segue as normas do órgão para prestação dos seus serviços.

Desconfie de ofertas muito vantajosas

Um consórcio idôneo oferece inúmeras vantagens, entretanto, é preciso desconfiar quando os benefícios excedem o bom senso. 

Fique alerta para preços muito mais baixos que o normal e condições extremamente atrativas. Essas podem ser iscas utilizadas pelos golpistas para atrair suas vítimas.

Não realize transferência financeira sem ter certeza

O processo de venda de uma carta de crédito contemplada realmente existe. Isso acontece quando um(a) consorciado(a) foi contemplado(a), porém, desistiu de continuar no grupo. 

Nesse tipo de situação, é necessária a autorização da administradora para realizar a transferência de titularidade para outra pessoa interessada.

É neste ponto que se deve ter muita cautela. Atualmente, os fraudadores têm agido com muita audácia e usam a tecnologia para se parecerem com empresas verdadeiras, quando, na verdade, tudo não passa de uma fraude. 

Portanto, jamais transfira dinheiro antes de ter alguma garantia concreta, ou sem ter certeza da autenticidade da empresa.

Fique de olho em anúncios enganosos

Atente-se para anúncios com ofertas mirabolantes e que prometem muitas vantagens. Essas estratégias são usadas para gerar interesse nas vítimas e atraí-las. 

Uma vez que os falsários conseguem realizar esse objetivo, eles exploram a ingenuidade e falta de conhecimento dessas pessoas para conseguir dinheiro de forma ilícita.

Suspeite do prazo de espera e pressão

Os criminosos também sempre tentarão extorquir suas vítimas criando um senso de urgência em suas negociações fraudulentas. Isso é feito por meio de pressão, exigindo pagamentos imediatos e tomada de decisões rápidas, em troca de supostos benefícios.

Em meio a toda essa insistência, muita gente pode acabar cedendo a essas chantagens e sofrer prejuízos financeiros. 

Diante de cenários como esse, não hesite em negar quaisquer pagamentos antes de sentir confiança para fazê-los. Tome o tempo que for necessário para pensar com calma e agir de maneira segura.

Cuidado com a manipulação contratual

Aqui vai uma orientação muito importante: nunca assine um contrato de consórcio sem antes ler todo o seu conteúdo. Certifique-se de que as informações condizem com aquilo que lhe foi assegurado verbalmente.

Os golpistas se aproveitam dessa situação para inserir cláusulas distorcidas no meio do contrato, taxas inexistentes e outras condições que podem te prejudicar. Assim sendo, caso julgue necessário, busque o auxílio de um advogado especializado para revisar esse contrato.

Ligue o alerta para alegações de não-reembolso

Por fim, mais um ponto de alerta são em casos de negativa de reembolso por parte dos supostos vendedores. Eles alegam que as taxas não são reembolsáveis e prometem que os valores só poderão ser resgatados ao final do consórcio.

O detalhe é que essa informação pode induzir ao erro, pois, embora o cliente tenha direito a receber uma restituição ao desistir do consórcio, ele precisa participar do “sorteio dos excluídos”. 

Por se tratar de um sorteio, não é possível prever quando o cliente receberá essa devolução, ou seja, ela realmente pode acontecer ao final do contrato.

Tendo isso em mente, não há dúvidas de que é crucial se atentar a todos os detalhes possíveis e desconfiar de tudo, visto que os farsantes tentarão confundir suas vítimas com informações contidas no contrato.

O que fazer se for vítima do golpe da falsa carta de crédito contemplada?

Se você for vítima do golpe da falsa carta de crédito contemplada, é essencial tomar algumas medidas para buscar os seus direitos. Confira os passos abaixo:

  • Primeiramente, registre um boletim de ocorrência na delegacia mais próxima. Informe que você foi vítima de uma fraude envolvendo uma falsa carta de crédito contemplada, e dê o maior número de detalhes possível sobre o golpe;
  • Busque assistência jurídica especializada na área do direito do consumidor. O profissional irá te orientar corretamente sobre o que fazer para tentar reaver os valores perdidos;
  • Você também pode registrar reclamações nos sites Reclame Aqui, Consumidor do Governo Federal, no Bacen e no Procon.
  • Ao tomar essas medidas, além de exigir uma reparação pelos prejuízos sofridos, você também contribui para que as investigações contra esse tipo de crime sejam mais eficientes, o que ajuda a prevenir que outras pessoas caiam nesse esquema fraudulento.
Tags

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Simule Agora

EM DESTAQUE

Baixe nosso app
0800 940 3400
Segunda a sexta:
9h às 18h

Sábados: 9h às 15h
exceto feriados
0800 340 1214(11) 3185-7300E-mail
Segunda a sexta:
9h às 18h

Sábados: 9h às 13h
exceto feriados
Uma empresa do grupo
empresa do grupo magazine luiza
Luiza Administradora de Consórcios Ltda
CNPJ: 60.250.776/0001-91
Feito com ♥ pela 8D PRO
ESPECIALISTAS ONLINE
Especialistas online
Vendas